car signs
DOMAIN PLATES
'O Mercedes de Web-Address-sinais para Negocio Veiculos '
pode ganhar dinheiro para o seu site !
   

CUIDADOS DE APOIO DAS CRIANCAS COM CANCER: PROFILAXIA CONTRA VIRUS

Comuns infeccoes virais que sao conhecidos por terem um aumento de virulencia em criancas imuno-comprometidas incluem virus varicela-zoster (VZV), virus do herpes simplex (HSV), citomegalovirus (CMV), virus Epstein-Barr (EBV), tipos de hepatite A e B, virus sincicial respiratorio (RSV) e rubeola (sarampo). A infeccao por estes virus resultou em excrecao viral prolongada, o aumento da morbidade e morte.

A. Medidas gerais pre-exposicao Default: 1. No momento do diagnostico de malignidade

A. Obter uma historia de imunizacao e infeccao anterior com VZV, HSV, EBV, RSV, e sarampo.

B. Obter titulos viral contra o VVZ (de preferencia usando imunofluorescencia ou uma tecnica semelhante sensivel), HSV, CMV, EBV, e, para criancas ate 2 anos, RSV 2. Diminuir a exposicao

A. Nao administrar vivos atenuados da vacina oral contra a poliomielite para os irmaos dos pacientes que recebem quimioterapia. vacina contra a poliomielite Killed podem ser dadas.

B. Notificar professores adequados, cuidadores e amigos do risco para essas criancas da infeccao com sarampo e VZV.

C. Evitar a exposicao intra-hospitalar por triagem pre-admissao de outras criancas internadas.

D. Evite ter cuidadores com infeccao viral ativa entrar em contato direto com pacientes imunossuprimidos.

B. A profilaxia contra a varicela-zoster virus Indicacoes para

, e utilizacao de varicela-zoster imunoglobulina.

A decisao de realizar a quimioterapia durante o periodo de incubacao para o desenvolvimento da varicela deve ser baseado na intensidade da exposicao, o estado geral do paciente e da intensidade da quimioterapia.

Se a varicela se desenvolve, pare de agentes quimioterapicos e aciclovir inicio (1500 mg/m2/dia IV q8h dividido) com hidratacao adequada.

C. Profilaxia contra o virus herpes simplex

Pacientes com infeccoes recorrentes de HSV estao em risco aumentado de desenvolver infeccoes HSV significativa ao receber a quimioterapia ou durante e apos o transplante de medula ossea. A administracao do aciclovir profilaticamente pode prevenir ou diminuir a gravidade da infeccao pelo HSV recorrente. Seu uso e recomendado. Acyclovir

A. Dosagem: 200-600 mg/m2/dia PO divididos em 3-6 doses

ou 250 mg/m2 IV q8h durante os periodos de marcado

Leucopenia.

B. Preparacao

Vial i.: 500 mg para uso IV Capsula

ii. 200 mg

C. Aciclovir pode ser administrado em dextrose a 5%, 5% soro fisiologico dextrose/0.9%, Ringer com lactato, ou 0,9%. Certifique-se de uma hidratacao adequada.

D. Aciclovir nao devem ser adicionados ou infundido no

Mesma linha com produtos derivados de sangue, de hidrolisados ??proteicos ou aminoacidos ou emulsoes lipidicas.

E. O afastamento do aciclovir diminui acentuadamente em

Recem-nascidos. A folga em lactentes de 3 a 12 meses e desconhecida, a de criancas> 1 ano de idade e a mesma

Que para adultos. Ajustar a dose se o paciente tem

Insuficiencia renal (a droga e excretada pelos rins). A Tabela 1.1 mostra o ajuste da dosagem para

pacientes com insuficiencia renal.

D. Profilaxia contra o citomegalovirus pacientes

CMV soronegativos que sao candidatos a um transplante de medula ossea devem receber produtos derivados do sangue CMV-negativos ou sem leucocitos. Quando o sangue

CMV soronegativos nao esta disponivel para os pacientes CMV negativos, filtros de leucocitos deve ser usado. Sempre que possivel, a filtragem de produtos derivados de sangue deve ocorrer no banco de sangue logo apos a coleta, em vez de a beira do leito.

E. Profilaxia contra o virus Epstein-Barr Default: A importancia da infeccao pelo EBV em pacientes com neoplasias malignas e desconhecida, embora as criancas com leucemia em remissao morreram apos uma infeccao hemophagocytic associado EBV.

Interferao podem prevenir as infeccoes EBV em pacientes que se submeteram a transplante renal.

3. A prevencao de infeccoes EBV em pacientes submetidos a quimioterapia nao e pratico.

F. A profilaxia contra a hepatite infecciosa dos tipos A e B

G. Profilaxia contra o virus sincicial respiratorio

O risco de infeccao hospitalar com o VSR pode ser significativamente reduzido com o diagnostico laboratorial rapido combinado com coorte de enfermagem eo uso de batas e luvas para todos os contatos com as criancas infectadas pelo VSR.

H. Profilaxia contra rubeola (sarampo)

* 6 \ 168 \ 2

Cancer





















Copyright 2010 All Rights Reserved